12/10/2016

Crianças prodígios não são menos crianças

Criança fantasiada de Albert Einstein. Imagem: Reprodução.

         Quando uma criança de grande talento é vista, logo se ouvem os comentários: "nossa, ele nem parece criança", "ela é precocemente amadurecida" e coisas similares. Não. Tais crianças continuam parecendo crianças e muito menos são precocemente amadurecidas.
      Lá para os idos de 2004, quando o cantor Jotta A, ainda pequenino, começou a cantar no GMUH (Gideões Missionários da Última Hora), muita gente ficou boquiaberta com o potencial do menino. O que chamava a atenção era que Jotta A não cantava músicas de criança: o garoto cantava músicas de adulto, com todas aquelas extensões vocais. É fato que nesta época Jotta A era um cantor imaturo e empostava a voz a fim de ficar igual a voz da cantora. Mesmo assim, tal fato chamou a atenção. O garoto cantou em edições posteriores do evento e no mesmo fez dueto com Lauriete, Elaine de Jesus e demais cantores renomados do mundo da música gospel. Mais experiente, Jotta A também esteve presente várias vezes no programa Raul Gil e realizou apresentações memoráveis. Passada essa fase, o cantor assina contrato com a Central Gospel e lança o CD Essência. O trabalho fonográfico se tornou um sucesso de público e crítica e, além disso, Jotta A ganhou muitos fãs, principalmente do sexo feminino. Jotta A era uma criança que estava entrando na adolescência e, como costuma acontecer com qualquer pessoa, passou por transformações comuns da idade. Desta forma. Jotta A não conseguia mais atingir as extensões vocais que atingia outrora e passou a ser criticado por isso. Mas o que chamou a atenção mesmo foi a mudança no comportamento do jovem. Jotta A havia se tornado um jovem rebelde que ouvia Michael Jackson e usava brincos (as igrejas brasileiras ainda são bastante conservadoras em sua maioria. Logo, ouvir música secular e usar pendentes não são práticas bem aceitas), além de escrever em seu Twitter palavras que escandalizaram os cristãos. Quando todos pensaram que Jotta A havia se aquietado, eis que é apresentado ao mundo gospel um vídeo íntimo do cantor com uma também cantora adolescente. O fato escandalizou a todos e a cantora pediu desculpas pelo ocorrido. Além disso, advogados da família da jovem conseguiram tirar o vídeo do ar. Jotta A não falou sobre o assunto. O menino prodígio havia crescido e se perdido. Aquele cantor mirim de grande talento que cantou ao lado de cantores renomados e ganhou o carinho de muitas adolescentes ficou no passado. Atualmente, Jotta A continua cantando, mas sem o esplendor de outrora.

Essência é o ´título do primeiro CD de Jotta A. O disco foi um sucesso de público e crítica, rendendo a Jotta A um disco de platina por conta da vendagem de 80.000 cópias. Imagem: Reprodução.

       Outra criança cujo talento aflorou ainda na infância é o cantor Michael Jackson (1958-2009). Michael começou sua carreira cantando junto com seus irmãos no grupo The Jackson 5. Nesta época, o talento de Michael para a música e a dança eram evidentes. O grupo fez um sucesso extraordinário e não demorou muito para os irmãos se verem em uma rotina de shows, ensaios, gravações e entrevistas. Em 1993, quando estava sendo entrevistado por Oprah Winfrey no rancho Never Land, Michael confessou que não era muito feliz quando cantava com seus irmãos. Isso porque o cantor não podia fazer coisas comuns que as crianças fazem, como brincar em uma praça por exemplo. Michael confessou também que às vezes ficava triste quando tinha que gravar ou fazer qualquer outra atividade com o grupo, pois tudo o que queria era brincar como as demais crianças. Somando-se a isso, Joseph Jackson, o pai de Michael e produtor e empresário do grupo The Jackson 5, era um homem extremamente rigoroso. As agressões físicas e psicológicas que Michael sofreu por parte do pai lhe deixaram traumas. Michael teve uma infância roubada e quando chegou a idade adulta tentou de uma certa forma recuperar esta infância. Michael construiu no rancho Never Land um verdadeiro parque de diversões. Além disso, Michael realizava em sua residência várias atividades para as crianças e era muito comum elas dormirem por lá também. Foi esta a brecha que o pai de uma destas crianças encontrou para acusar Michael Jackson de pedofilia. O escândalo correu o mundo, consumiu parte da fortuna de Michael e o marcou para sempre. Mesmo com sua inocência provada, o estigma de pedófilo acompanhou Michael Jackson durante toda a sua vida e é vivo ainda hoje, mesmo o cantor sendo morto desde 2009.

Michael Jackson nos tempos em que fazia parte do grupo The Jackson Five. A mudança na aparência de Michael é evidente e até hoje é alvo de especulações. Imagem: Reprodução.

       Outras crianças apontadas como prodígios que cresceram e se perderam são Lindsay Lohan e Macaulay Culkin. Tais pessoas eram crianças de grande talento, mas que tiveram a infância roubada e não souberam lidar com a pressão da fama, rumando para o mundo das drogas. É de extrema importância ressaltar que não é só porque uma  criança é prodígio que ela vá se perder quando chegar a idade adulta. Se a mesma vier de família estruturada, ela vai crescer e se tornar uma pessoa comum. A cantora, modelo, apresentadora e atriz Maisa Silva começou sua carreira na televisão no programa Raul Gil, na BAND. O talento de Maisa chamou a atenção e ela foi contratada pelo SBT, onde passa a apresentar o matinal Bom Dia & Cia. Espontânea e muito inteligente, Maisa chama a atenção do público por conta das pérolas que soltava durante o programa e por situações inusitadas. Tais fatos estão registrados e somam milhões de visualizações no Youtube. Maisa aprontou até com o patrão Silvio Santos, como da vez em que, sem que Silvio percebesse, foi por trás dele e puxou cabelo e danou-se a gritar: "É peruca! É peruca!", deixando o Homem do Baú extremamente constrangido. O tempo passou, Maisa se tornou uma adolescente e continua famosa. Aquela menina espontânea que falava tudo o que vinha a cabeça ficou no passado e a Maisa de hoje é uma adolescente linda, inteligente, famosa, educada e contida. Hoje, a menina que se tornou uma adolescente comum, confessa sentir vergonha da fase mirim.

Maisa Silva: uma adolescente comum. Imagem: Reprodução

Crianças superdotadas


O compositor austríaco Mozart era superdotado, mostrando uma incrível habilidade com a música desde a infância. Imagem: Reprodução.

        Crianças prodígios e superdotados não são a mesma coisa. Superdotado, também chamado sobredotado ou alto-habilidoso são termos que fazem referência a uma criança com capacidade mental muito acima  da média. Igual a um talento, a alta habilidade ou superdotação é a aptidão para atividades artísticas, intelectuais ou esportivas que parecem ser inatas, já que a pessoa superdotada parece apresentar tais habilidades sem que se possa explicar como aprenderam. Tais aptidões ou habilidades também são desenvolvidas por meio do esforço pessoal e é errôneo acreditar que pessoas superdotadas não precisam ser ensinadas, elas apenas necessitam de uma educação diferenciada que atenda a sua demanda de conhecimento. A superdotação pode ser geral ou específica. Exemplo: uma pessoa bem dotada intelectualmente pode ter um incrível talento para a Matemática e ao mesmo tempo não demonstrar competências linguísticas igualmente fortes ou vice-versa.
        O MEC (Ministério da Educação) divulgou em 2007 uma lista de características que podem identificar uma criança superdotada. Se você identificar seis das características a seguir em seu filho, procure um neurologista e explique ao médico sobre a suspeita de superdotação.

1 - Aprende fácil e muito rápido;
2 - É original, imaginativo, criativo e não convencional;
3 - Está sempre bem informado, inclusive em áreas pouco comuns;
4 - Pensa de forma incomum para resolver problemas;
5 - É persistente, independente e autodirecionado;
6 - É capaz de influenciar os outros;
7 - Mostra senso comum e pode não tolerar tolices;
8 - Está sempre curioso sobre sobre o como e o porquê das coisas;
9 - Se adapta com rapidez a novas situações e ambientes;
10 - É esperto ao fazer coisas com materiais comuns;
11 - Tem muitas habilidades nas artes;
12 - Entende a importância da natureza;
13 - É verbalmente fluente;
14 - Aprende novas línguas com facilidade;
15 - É um trabalhador independente;
16 - Tem bom julgamento e é lógico;
17 - É flexível e aberto;
18 - Tem múltiplos interesses, alguns incomuns para sua idade;
19 - Mostra percepções incomuns;
20 - Demonstra simpatia com os outros;
21 - Apresenta ótimo senso de humor;
22 - Resiste à rotina e à repetição;
23 - Expressa ideias e reações de forma argumentativa;
24 - É sensível à verdade e à honra.

Conclusão

      Há crianças cujo talento aflora ainda na infância. Este fato não deve ser usado para forçar a criança a deixar de ser criança. Se a mesma possui um talento latente já na infância, o mesmo deve ser estimulado e aperfeiçoado, ficando sempre claro que a detentora de tal talento é uma criança e tem uma infância que deve ser vivida. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...