22/06/2017

10 cantores populares na Assembleia de Deus

Imagem: Reprodução.

     Como já dito no texto anterior (leia aqui), a Assembleia de Deus é uma igreja pentecostal extremamente sexista e machista em sua organização. Nesta mesma organização, cabe ao homem pregar e a mulher cantar. Não se enganem: isso é puro machismo. O homem prega, levando o conhecimento a todos e a mulher canta, encantando a todos com sua doce e agradável voz. Entretanto, há aqueles que, intencionalmente ou não, desafiam esta ordem vigente. Assim, da mesma forma que existem mulheres que pregam, existem homens que louvam. A lista que segue abaixo traz o nome de dez cantores de diversas épocas que tiveram suas canções entoadas na maior denominação evangélica e pentecostal do país. Nem todos são da Assembleia de Deus, mas pelo fato de seus hinos terem sido (e ainda são) entoados pelas ADs Brasil afora, eles acabaram entrando nesta lista.
      Quando se fala em música pentecostal, logo vem em mente nomes como Shirley Carvalhaes, Mara Lima, Sofia Cardoso, Andréa Fontes, Lauriete, Elaine de Jesus, Cassiane, Vanilda Bordieri, Eliane Silva, Elaine Martins, Suellen Lima, Rose Nascimento e muitas outras. Entretanto, por mais que sejam maioria neste segmento, as mulheres não são as únicas. A lista abaixo traz o nome e o currículo de dez cantores que não necessariamente são pentecostais, mas que suas canções são entoadas nas ADs. Confira:

1 - Ozeias de Paula: 

Imagem: Reprodução. 

     Ozeias de Paula nasceu em Muriaé (Minas Gerais) no ano de 1951. É filho de pastor e irmão mais novo da dupla Otoniel e Oziel, falecidos em um acidente automobilístico no ano 1976. O contato de Ozeias com a música começou ainda na infância, sendo antecedido pelos irmãos. Sua carreira profissional começou em 1969, quando os irmãos Otoniel e Oziel o convidaram para uma participação no disco deles, cujo título era Oásis do Amor. Depois disso, Ozeias começou a cantar em igrejas, congressos e outros eventos evangélicos, até que no ano de 1971 gravou seu LP solo Gozo da Salvação.
      Ao longo de seu ministério, Ozeias passou por diversas gravadoras e está em atividade até hoje. Em seu currículo constam cerca de 20 discos gravados. No Youtube, os vídeos de Ozeias de Paula somam milhões de visualizações, provando que o mesmo ainda é muito popular.

2 - Armando Filho:

Imagem: Reprodução.

     Armando Filho é um cantor gospel pernambucano que tem mais de 35 de ministério. Gravou seu primeiro disco no ano de 1980, cujo título é Por um Momento Só. Entretanto, Armando ganhou grande notoriedade em 1990 com o álbum Final Feliz. A canção O Mover do Espírito (conhecida popularmente como Quero que Valorize) é deste mesmo álbum e não é equívoco nenhum dizer que  a mesma é um clássico da música cristã brasileira. Tal canção fez um enorme sucesso nos anos 1990 e é lembrada até hoje. Nenhuma Condenação Há e Tente um Pouco Mais também são de Armando Filho e podem também ser consideradas clássicos da música cristã brasileira. Tente um Pouco Mais foi regravada por Rose Nascimento e dá título a um álbum da cantora que foi lançado em CD e DVD no ano de 2015.

3 - Álvaro Tito:

Imagem: Reprodução.

     Em 1980, Álvaro Tito fez parte do conjunto musical Sublime Louvor  ao lado dos primos. Quando foi contratado pela extinta gravadora Desperta Brasil, Álvaro já colecionava troféus que ganhava em concursos musicais patrocinados por igrejas. Tais prêmios foram conquistados entre a infância e a adolescência de Álvaro. Um detalhe curioso é que enquanto os demais competidores cantavam músicas de cantores gospel renomados da época, Álvaro se inscrevia (e ganhava) cantando músicas de sua autoria.
     Foi com o álbum Não Há Barreiras (1986) que Álvaro Tito se tornou conhecido em todo o país. O disco foi gravado pela transnacional PolyGram (hoje Universal Music). A partir deste mesmo disco Álvaro passou a produzir e arranjar seus discos, além de tocar bateria. Na época, tal fato levantou a resistência dos diretores da gravadora que Álvaro fazia parte. Era no mínimo imprudente creditar a um rapaz então com 21 anos a produção fonográfica de um disco de grande porte. No entanto, o resultado surpreendeu a gravadora  e o público.
     Muitos discos vieram após o Não Há Barreiras (1986) e o talento do autor/cantor influenciaram cantores como Marquinhos Gomes e Kleber Lucas. Álvaro Tito é versátil e já passeou pelo reggae, soul, jazz, balada, salsa e guarânias. Ao longo de seu ministério, já vendeu cerca de dois milhões de cópias.

4 - Sérgio Lopes: 

Imagem: Reprodução.

     Sérgio Lopes é um cantor gospel brasileiro que tem mais de 30 anos de ministério. Além de cantar, Sérgio toca violão, guitarra e baixo. Serviu à Marinha do Brasil, é graduado e pós-graduado em Direito, mas é na música que Sérgio Lopes é realizado. Com o grupo Altos Louvores, Sérgio gravou três discos, a saber: Anseios Volume 2 (1986), Para Onde Vão as Aves Volume 3 (1988) e Brilhante (1989), cuja faixa título deste álbum é de sua autoria. Desde 1990, quando gravou seu primeiro trabalho solo, Sérgio Lopes soma um total de 20 discos gravados. Destaque para dois discos de ouro que ganhou pelo álbum Apocalipse (2004) e Lentilhas (2005).

5 - Mattos Nascimento: 

Mattos Nascimento é de uma família cujos membros são envolvidos com a música. Imagem: Reprodução.

     Mattos Nascimento é um músico, cantor e trombonista. Na década de 1980, fez parte da famosa banda Paralamas do Sucesso. Se tornou evangélico e desde então se dedica exclusivamente à música cristã, gravando mais de 50 álbuns solo.

6 - Wilian Nascimento:

Wilian e Mattos Nascimento são de uma mesma família, que é conhecida no meio gospel por ser uma família envolvida com a música. Créditos na imagem. 

      Wilian Nascimento iniciou sua carreira na música quando era jovem, uma vez que sua família é conhecida no meio evangélico por ser envolvida com a música. Nos anos 1990, fundou com um grupo de amigos o Grupo Melody, que mais tarde mudaria seu nome para Melosweet, que em português significa "doce melodia". O grupo alcançou notoriedade e no ano de 2006 foi contratado pela MK Music. Wilian Nascimento já foi backing vocal de Cassiane, Fernandinho e Elaine de Jesus.
      Wilian deixou o grupo Melosweet e desde então tem se dedicado à sua carreira solo, lançando os álbuns Lugar Mais Alto (2008), Agir de Deus (2010), Levanta Tua Voz (2012) e Não Vou Desistir (2015). Os três primeiros álbuns lhe renderam disco de ouro. Já foi indicado ao Troféu Talento e ao Grammy Latino. Em 2014, fundou com as primas Gisele e Michele Nascimento o Trio Nascimento. O single Chegou o Avivamento caiu no gosto do público.

Obs.: Sim, Wilian e Mattos Nascimento são parentes, mais especificamente sobrinho e tio. Eles fazem parte da família Nascimento, conhecida no meio cristão por seu envolvimento com a música. Rose Nascimento, Mattos Nascimento, Marcelo Nascimento e Tuca Nascimento são irmãos e membros desta ilustre família. Wilian Nascimento, Michele Nascimento e Gisele Nascimento são sobrinhos dos irmãos aqui citados e conhecidos no meio musical evangélico.

7 - Anderson Freire:

Anderson Freire é um respeitado cantor e compositor gospel. Imagem: Reprodução. 

      Anderson Freire é um cantor, compositor, produtor musical, arranjador e multi-instrumentista brasileiro. Compôs grandes sucessos para Aline Barros, Davi Sacer, Bruna Karla, PG, Fernanda Brum, Damares e muitos outros. Identidade (2011), seu primeiro álbum solo, lhe rendeu um disco de plantina. Já com o álbum Raridade (2013), Anderson ganhou um disco de diamante. Anderson Freire tem ainda um disco de ouro no currículo. Já com o disco Deus Não te Rejeita (2016), Anderson Freire foi premiado com o Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Cristão de Língua Portuguesa. Identidade, Canção do Céu, Coração Valente, A Igreja Vem, Raridade, Um Novo Endereço (com Ariely Bonatti), Acalma o Meu Coração, Efésios 6 e Ele Chegou são apenas alguns dos sucessos de Anderson Freire e que não cantados nas ADs de todo o país.

8 - Leandro Borges:

Leandro Borges é um cantor muito popular na região sul do Brasil. Imagem: Reprodução Facebook

      Leandro Borges é um cantor brasileiro do sul do país. Canta desde os seis anos de idade em um conjunto cujo primo era o líder. Começou a compor quando tinha sete anos de idade e aos doze já era reconhecido como o compositor mais jovem do Brasil. Leandro já compôs músicas para cantores como Suellen Lima, Vanilda Bordieri, Eliane Silva, Alexandre Bernardino, Sandrinha, Célia Sakamoto e muitos outros. Deus, Eu e Meu Violão (2013), Pelo Reino de Deus (2015) e A Canção Que Escrevi pra Deus (2017) são os álbuns gravados por Leandro.
      Suas músicas mais conhecidas são: Cancela o Funeral, O Segredo da Madrugada, O Silêncio de Deus (em parceria com Clayton Queiroz), Prefiro Ser Fiel e Cresça (em parceria com Vanilda Bordieri).

9 - Arlon Oliveira:

Arlon Oliveira é um cantor conhecido na região norte do Brasil. Imagem: Reprodução. 

     Arlon Oliveira é um cantor conhecido na região norte do Brasil, onde nasceu e vive. Ele já viajou para vários estados do país e já até cantou nos Gideões Missionários da Última Hora (GMUH), o maior evento missionário do mundo, realizado anualmente no estado de Santa Catarina. Arlon Oliveira canta na igreja desde criança e o seu primeiro CD solo A História foi lançado em 2012. Dois anos depois, o jovem lançou o álbum Bem-Vindo Espírito Santo. Uma canção de destaque deste CD é O Sopro do Espírito, em parceria com Eliane Silva. As músicas de Arlon costumam seguir o estilo pentecostal e o cantor já afirmou ser influenciado por cantoras do ramo como Cassiane e Damares.

10 - Thiago Alves:

Assim como Leandro Borges, Thiago Alves é um cantor popular na região sul do Brasil. Imagem: Reprodução. 

     Thiago Alves é apontado como uma das promessas da música pentecostal. Thiago começou a cantar aos cinco anos de idade na cidade de Rio Negro, Paraná, onde viveu até os sete anos, quando se mudou para Curitiba. Se destacava nos solos que fazia nos conjuntos da igreja que congregava. Começou a receber convites para cantar em outras congregações e em 2009, com apenas 14 anos de idade, participou do Programa Levitas, que era apresentado por Cassiane.
      Em 2013, o cantor lançou seu primeiro CD, intitulado Não Negarei Minha Fé. O CD se destaca pela produção de alta qualidade. Com a produção executiva da Louvor Eterno, maior gravadora gospel da região sul do Brasil, o álbum em questão traz composições  de Moisés Cleyton, Elizeu Gomes e das irmãs Gislaine e Mylena, renomados compositores cristãos. Além disso, a faixa-título e a canção Não Temas foram compostas pelo próprio Thiago. O CD foi masterizado no Crystal Clear Sound (EUA) e tem a participação da The Bratislavia Symphony Orchestra (Eslováquia), responsável pela trilha sonora de As Crônicas de Nárnia e demais sucessos do cinema. Ainda sobre este mesmo CD, o mesmo traz canções que já haviam sido gravadas por renomadas cantoras pentecostais. Entretanto, Thiago deu uma nova versão para as mesmas e uma destas foi O Senhor do Reino é Ele, que está no repertório do CD Escolhidos (2012), de Elaine de Jesus. Particularmente, considero a versão do Thiago melhor do que a da Elaine.

Conclusão

     Há cantores homens, que não seguem necessariamente o estilo pentecostal, que fizeram a história das Assembleias de Deus no Brasil, marcando épocas e gerações com suas músicas. Este fato nos leva a refletir acerca do papel da mulher e do homem dentro desta mesma denominação. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...