28/07/2016

10 artistas que cometeram um erro e arruinaram as suas carreiras por causa disso

Um erro pode colocar tudo a perder. Imagem: Reprodução.

     Não importa se a pessoa é uma artista em ascensão ou uma estrela já consagrada. Se ela cometer um erro, dependendo da gravidade do mesmo, tal ato pode acabar com a carreira de uma pessoa. Aqui foram selecionados 10 artistas geniais que, por uma infração, colocaram tudo a perder. Veja:

1 - Michael Jackson

Mudanças na aparência e escândalos de abuso sexual deixaram o grande talento de Michael Jackson em segundo plano. Imagem: Reprodução.

     Rei do Pop e Mago da Dança são apenas dois dos muitos adjetivos atribuídos ao mitológico Michael Jackson (1958 - 2009). Michael começou cantando com os irmãos no grupo The Jackson 5. Michael se destacava de seus irmãos, fazendo com que o mesmo migrasse para a carreira solo. Excelente escolha. Michael Jackson já vendeu mais de 1,5 bilhão de cópias, o maior recorde da história. Somente o albúm Thriller (1982) já vendeu mais de 65 milhões de cópias em todo o mundo, considerado por muitos "o melhor álbum da história" e o álbum mais vendido de todos os tempos. Além disso, Michael Jackson fez história no mudo da dança, imprimindo um estilo único que até hoje inspira cantores de todo o mundo. Isso sem contar com os inúmeros prêmios que recebeu e os singles que lançou durante sua carreira.
       Entretanto, o imenso talento de Michael Jackson ficou em escanteio quando a mídia internacional soube que Michael era acusado de pedofilia pelo pai de uma as crianças que frequentavam o Neverland, rancho do cantor. O assunto teve uma gigantesca repercussão e os gastos com advogados consumiram parte da fortuna do cantor. Michael Jackson foi inocentado das acusações, mas o fato é que o cantor não se livrou do estigma de pedófilo, o que refletiu em sua carreira. Além disso, a aparência de Michael Jackson foi mudando gradativamente a olhos vistos. Aos poucos, os cabelos de Michael foram se tornando mais lisos, a pele mais clara, o nariz mais fino e a boca mais fina também. Nos anos 1990, enquanto era entrevistado por Oprah Winfrey, Michael Jackson disse que sofria de vitiligo, doença que causa a perda de pigmentação da pele. Até hoje existem pessoas que não acreditam que Michael sofria de vitiligo.
      Quando faleceu, em junho de 2009, Michael Jackson não estava no auge da fama. O artista estava se preparando para um turnê que tinha a promessa de colocá-lo de volta no topo.

2 - Lindsay Lohan

Lindsay Lohan deixou de aparecer na mídia por conta de seus trabalhos como atriz e passou a ser conhecida pelo seu envolvimento com drogas. Créditos na imagem.
     Lindsay Lohan iniciou sua carreira como modelo infantil e o seu primeiro filme foi Operação Cupido. Ganhou fama ainda maior ao protagonizar os filmes Sexta-Feira Muito Louca, Meninas Malvadas e Herbie, Meu Fusca Turbinado. Na música, Lindsay lançou dois discos e vendeu 10 milhões de cópias em todo o mundo. Em 21 filmes que atuou, 11 foram como protagonista e seus filmes faturaram quase US$ 700 milhões. Sua carreira foi interrompida em 2007, depois de ter sido pega duas vezes dirigindo bêbada e ter se internado três vezes em clínicas de reabilitação, prejudicando seu trabalho como atriz e cantora. Lindsay retomou a carreira como atriz em 2008, mas sempre fazendo papéis sem muita expressão. Além disso, Lindsay passou a ser mais conhecida por seus problemas com as drogas do que pelo seu trabalho como atriz e cantora.

3 - Macaulay Culk

Macaulay Culkin em foto recente. Imagem: Reprodução.

      Macaulay Culkin é conhecido do grande público por ser protagonista dos filmes Esqueceram de Mim, Esqueceram de Mim 2 - Perdido em Nova York e Riquinho. A partir de 1994, Macaulay sumiu das telas a partir de 1994, momento em que seus pais brigavam por sua fortuna de US$ 17 milhões. Com muito custo, o ator conseguiu na Justiça o direito de administrar seu próprio dinheiro. Culkin afirmava que seu sumiço era voluntário  e em 2003 retomou a sua carreira como ator, atuando desde então em produções sem muita relevância. Em setembro de 2004, o eterno protagonista de Esqueceram de Mim foi preso em Oklahoma City por posse de 1.1 kg de maconha e de duas substâncias controladas chamadas Alprazolam e Clonazepam. Além de ator, Macaulay também é cantor e seu trabalho na música não possui muita notoriedade. 

4 - Cuba Gooding Jr.

Cuba Gooding Jr. em foto recente. Reparem que ele já envelheceu um pouco. Imagem: Reprodução. 

     Cuba Gooding Jr. atuou em excelentes filmes como Os Donos da Rua (1991) e Questão de Honra (1992) e venceu o Oscar na categoria Melhor Ator Coadjuvante por sua atuação em Jerry Maguire: A Grande Virada (1996). Após isso, Gooding Jr. atuou também em Melhor é Impossível (1997) e Homens de Honra (2000). Pensando somente no cachê, Cuba Gooding Jr. aceitou atuar no filme Cruzeiro das Loucas (2003), onde interpretou um heterossexual que embarca por engano em um cruzeiro para homens gays solteiros. O filme Cruzeiro das Loucas é considerado uma piada politicamente incorreta e estereotipada sobre gays, sendo também considerado homofóbico e recebendo críticas negativas por isso. Além disso, Cuba Gooding Jr, atuou nos péssimos Norbit (2007), Acampamento do Papai (2007) e Rede de Intrigas (2009). O ator também participou de produções de qualidade, como O Gângster (2007), O Mordomo da Casa Branca (2013) e Selma: Uma Luta Pela Igualdade (2014), mas sempre em papéis modestos. 

5 - Jim Caviezel 

Jim Caviezel ficou irreconhecível no papel de Jesus no filme A Paixão de Cristo (2004), do diretor Mel Gibson. Imagem: Reprodução.

     Jim Caviezel (também conhecido como James Caviezel) é um ator norte-americano que atuou em filmes como Olhar de Anjo (2001) e O Conde de Monte Cristo (2002). Mas sem dúvidas, o filme mais conhecido de Jim Caviezel é A Paixão de Cristo (2004), em que Jim interpreta Jesus Cristo. O filme causou polêmica por conta de seu realismo, mas nada que impedisse o sucesso do mesmo, que arrecadou mais de US$ 600 milhões em todo o mundo. Entretanto, em 2011 Jim Caviezel afirmou que após ter protagonizado Jesus no cinema nunca mais conseguiu emplacar outro sucesso. O ator afirma que a indústria cinematográfica de Hollywood o evita desde que interpretou Jesus nos cinemas. 

6 - Halle Berry

Não parece, mas este ano a bela e talentosa atriz Halle Berry completa 50 anos de idade.  Imagem: Reprodução.

     Em 2002, Halle Berry entrou para a história ao ser a primeira mulher negra a vencer o Oscar na categoria Melhor Atriz por sua atuação no longa A Última Ceia. Na mesma época, ela atuava no papel da heroína mutante Tempestade nos aclamados dois primeiros filmes da franquia X-Men. Ao trocar a Marvel pela DC, Berry estrelou Mulher-Gato (2004), ganhou US$ 12,5 milhões por isso e atuou no pior filme de sua carreira. O filme teve péssima repercussão e foi criticado por não desenvolver os personagens, não ter uma boa história, não ter bons coadjuvantes e não ter também boas sequências de ação.
      Por conta de Mulher-Gato, Halle Berry venceu o Framboesa de Ouro de pior atriz e foi uma das raras personalidades a ir à cerimônia receber a estatueta. Berry seguiu sua carreira, mas nunca mais chamou a atenção do Oscar. Um de seus trabalhos mais ambiciosos foi o filme de ficção científica A Viagem, que não impressionou os críticos e chegou a dar prejuízo nas bilheterias.

7 - Elaine de Jesus

Elaine de Jesus, dona de uma grande beleza e de uma grande voz também. Imagem: Reprodução. 

     Cristão também erra. É como diz a cantora Bruna Karla: "Sou humano, não consigo ser perfeito". Elaine de Jesus é uma cantora gospel que já tem mais de vinte anos de ministério. Gravou seu primeiro CD quando tinha 16 anos de idade, em 1993. O reconhecimento de seu trabalho veio em 1999, com o CD Muito Especial, que vendeu mais 100 mil cópias, rendendo a Elaine o primeiro Disco de Ouro de sua carreira e uma premiação no extinto Troféu Talento na categoria Revelação Feminina. Em 2002, Elaine lança o CD Até o Fim, que teve uma ótima aceitação. Canções como É Demais, Até o Fim, Quem Chora Pra Deus, Cidade de Deus e Olhar Irmão foram cantadas de norte a sul do Brasil. O disco em questão vendeu mais de 500. 000 cópias, rendendo a Elaine um Disco de Platina, que foi entregue pelo apresentador Raul Gil em seu programa, que na época trabalhava na Rede Record. Em 2004, Elaine de Jesus lança o épico Pérola. O CD em questão surpreendeu o mercado fonográfico brasileiro ao apresentar um CD com altíssima qualidade e arranjos bem produzidos. Canções como Manifestação da Glória, Pérola, Terremoto Santo, Vem Com Glória, Explodir de Poder, Sua História Vai Mudar, Explosão no Abismo e Escrevendo Vitória foram entoadas incansavelmente nas igrejas brasileiras. Além disso, o CD também tirou o fôlego da sociedade cristã ao apresentar um encarte gráfico de altíssima qualidade e que destacava a incrível beleza de Elaine de Jesus. Pérola rendeu a Elaine de Jesus um Disco de Diamante (foram mais de 700 mil cópias vendidas). Além disso, o extinto Troféu Talento criou a categoria Melhor Projeto Gráfico somente para premiar o CD em questão de Elaine de Jesus. Nunca antes uma cantora ou cantor havia investido tanto na produção de um encarte, coisa que mudou depois que Pérola foi lançado. Elaine de Jesus vivia o auge de seu ministério e havia  se consolidado como uma das maiores cantoras gospel do Brasil.
      A "derrapada" de Elaine de Jesus veio em 2006, quando lançou o CD Sala do Trono. O produtor Jairinho Manhães, que vinha trabalhando com Elaine desde o CD Muito Especial, foi substituído por Rogério Vieira. Além disso, o encarte do CD em questão não foi tão esplendido como o CD anterior. Mas a surpresa mesmo foi com relação ao repertório. Elaine inovou ao apresentar o chamado pop-pentecostal, uma novidade na época. Novidade essa que por sinal não agradou os admiradores de seu ministério. O CD, que saiu com uma tiragem inicial de 100 mil cópias, simplesmente encalhou nas lojas. Hoje, Sala do Trono tem seu mérito por ser pioneiro ao trazer ao Brasil o pop-pentecostal, estilo que foi adotado por outras cantoras. Elaine de Jesus lançou outros CDs que foram sucesso de crítica e que deram a artista alguns Discos de Ouro, mas a verdade é que Elaine de Jesus nunca mais viveu o sucesso de outrora.

8 - Sérgio Saas

Sérgio Saas: estigmatizado pelo vídeo íntimo que protagonizou. Créditos na imagem.

     Outro cristão que não consegue ser perfeito é o também cantor gospel Sérgio Saas. O cantor nasceu em São Paulo e faz parte de uma família de músicos, herdando a musicalidade de seu bisavô, que tinha uma oficina de harmônicas e acordeons no estado do Rio de Janeiro. Começou a estudar piano aos 9 anos de idade, lhe dando base musical erudita. Além disso, Sérgio Saas é influenciado pelo groove e pelo swingue afro-musical; e alguns dos cantores que influenciam Saas são: Withney Houston, Kirk Franklin, Fred Hammond e Brian McKnight. Sérgio Saas canta desde criança e é conhecido do grande público por fazer parte do grupo Raiz Coral, que por sinal é o fundador. Totalizando os  trabalhos solos e em grupo, Sérgio Saas foi indicado aproximadamente seis vezes para o extinto Troféu. Além disso, Sérgio Saas já trabalhou com artistas como: Racionais MCs, Fat Family, Marquinhos Gomes, PG e Leonardo Gonçalves. 
      O talento e a genialidade de Sérgio Saas são inquestionáveis e, além disso, o clássico Via Dolorosa é interpretado maravilhosamente bem pelo cantor em questão. Entretanto, a partir de 2012 o grande talento de Sérgio passou a ficar em segundo plano. O motivo foi um vídeo íntimo do cantor que vazou neste mesmo ano, causando um grande escândalo no mundo cristão. O cantor se pronunciou sobre o assunto e continuou com seu ministério. Entretanto, o fato não foi superado e o mesmo é visto como o maior escândalo do mundo cristão brasileiro.

9 - Chris Brown

O povo não perdoou o fato de Chris Brown ter agredido Rihanna. Imagem: Reprodução.
     
    Chris Brown é um cantor que lançou o seu primeiro álbum (que foi intitulado Chris Brown) quando tinha apenas 16 anos de idade. Run It! foi o primeiro single a ser lançado e ficou em #92 e depois de 14 semanas entrou na liderança da Bilboard Hot 100, fazendo de Brown o segundo artista a conseguir este feito (o primeiro havia sido Puff Daddy, em 1997). O álbum vendeu mais de dois milhões de cópias nos EUA, rendendo a Chris Brown um certificado de platina duplo pela Recording Industry Association of  America. Graças a este primeiro álbum, Brown recebeu duas indicações ao Grammy Award. O segundo álbum do cantor foi intitulado Exclusive e foi lançado mundialmente em novembro de 2007, vendendo somente nos EUA dois milhões de cópias e rendendo a Chris Brown mais um certificado de platina. Kiss Kiss, With You e Forever caíram no gosto do público. 
     Chris Brown, que além de cantor, é um ótimo dançarino, era uma estrela em plena ascensão que tinha um longo e glorioso caminho pela frente. Em 2009 tudo mudou. O cantor foi acusado de agredir Rihanna, sua então namorada e também cantora. O cantor confessou o ato e foi condenado a seis anos com liberdade condicional e seis meses de serviço comunitário. Chris Brown segue com sua carreira de cantor, mas sem o brilho de outrora. Além de ter agredido Rihanna, Chris Brown já brigou com o rapper Drake, com o cantor Frank Ocean e em outubro de 2013 agrediu um homem na rua porque o mesmo atrapalhava propositalmente o cantor, que queria tirar uma foto com uma fã. Brown também violou a sua Condicional e foi diagnosticado com Transtorno Bipolar.

10 - Biel

Biel gosta de exibir o seu corpo definido nas redes sociais, para a alegria de meninos e meninas. Reprodução Facebook.

     Este escândalo é muito recente e ainda está dando muito o que falar, mas não poderia findar esta  lista sem falar dele. Biel é (ou era) um cantor em plena ascensão. Suas músicas são um verdadeiro sucesso e o artista tem milhões de visualizações no Youtube. A carreira de Biel foi fortemente abalada quando uma jornalista denunciou o artista por assédio e o caso repercutiu (e ainda repercute) na mídia. Biel disse para a jovem que "a quebraria no meio" e a chamou de "gostosinha", além de coisas ainda mais grotescas que não serão descritas aqui. A assessoria do cantor lamentou o ocorrido e o próprio artista se pronunciou cinco dias após o escândalo. Em vídeo, Biel pede desculpas, mas o ato não convenceu. Por conta do ocorrido, Biel não conduziu a Tocha Olímpica, não vai participar da próxima edição do Dança dos Famosos (um quadro do programa global Domingão do Faustão) e uma música sua não estará mais em uma trilha sonora de novela. Além disso, o cantor deu uma sumida da mídia.
      Biel é um cantor que projeta a imagem de "pegador", aquele que sai com muitas mulheres. Além disso, a imagem do artista tem uma forte "pegada" sensual. Em nome desta imagem, Biel ultrapassou todos os limites e está pagando um preço por isso.

Conclusão

     O número de artistas que arruinaram suas carreiras é muito maior. Os casos aqui mostrados servem para mostrar que uma simples atitude pode colocar tudo a perder, principalmente se a pessoa está construindo ou se já construiu a sua carreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...